Panquecas de aveia


A semana passada foi extremamente atribulada, entre diversas reuniões, fisioterapia, workshop's, etc, não consegui ter tempo para o meu blog.
Mas, apesar do cansaço, já estou de volta, pois não consigo estar muito tempo afastada.
Para nos despedirmos de novembro, que é um dos meses mais importantes da minha vida, presentei-o-vos com estas panquecas de aveia e cevada, super nutritivas e saudáveis.
Estas panquecas foram feitas com um produto que conheci num workshop que frequentei, no passado dia 24, com receitas elaboradas pelo Chef Hélio Loureiro e acompanhado pelas nutricionistas Ana Leonor Perdigão da Nestlé e Helena Real, Secretária-geral da APN (Associação Portuguesa dos Nutricionistas).
Todas as receitas tinham um ingrediente em comum, a aveia.
Este novo produto, o Pensal Aveia e Cevada, é composto por 100% cereais naturais; combina o suave sabor da cevada com a aveia, é fonte de fibra e não contém gordura. Se quiser saber mais, clique aqui - Nestlé.

Bolo de romã

3.º aniversário da Tertúlia da Susy


Hoje é dia de mais uma comemoração. É dia do 3.º aniversário do blogue.
Passados três anos, muitas receitas, muitas amizades novas, muitos utensílios novos, muita acumulação de livros, revistas, papéis soltos com receitas e muita aprendizagem, venho agradecer a todas as pessoas que me apoiaram, que me seguem e me dão estímulo para seguir por mais um ano.

Vol-au-vent com pimentos caramelizados e lulinhas


Na semana de Espanha, no El Corte Inglês, fui assistir a mais um showcooking da querida Isabel, do blog Cinco Quartos de Laranja e, descobri uma iguaria divinal. 
Descobri uns pimentos assados caramelizados, que são maravilhosos e com uma das ideias da isabel, surgiu esta entrada.
É bastante rápida, não precisa de cozinhar e voilá... parece uma verdadeira cozinheira... LOL

Dourada ao sal


A primeira vez que provei este prato foi no Porto de Santa Maria e fiquei super curiosa com o modo de confeção. na altura, lembro-me pensei que seria algo bem difícil de fazer, para conseguir que o peixe não ficasse salgado.
Mas, o certo é que já fiz em casa várias vezes e nunca me sai mal (modéstia à parte).

Migas de couve com chouriço

Tenho dezenas de livros de culinária e centenas de revistas mas, quando preciso de fazer algo rápido, é certo que recorro às minhas memórias e faço algo que a minha mãe faz em casa.
Sempre gostei muito de migas e, a vantagem é que podem ser conjugadas com diversos ingredientes, servir com o prato principal ou até mesmo como acompanhamento, comer-se quentes ou frias e sabem bem em qualquer altura do ano.


Sopa de cheróvia [ou pastinaca] e batata-doce laranja

Estamos na época das batatas-doces e, se eu gosto... Desta vez, decidi juntar a cheróvia, que possui um sabor contrastante com o da batata-doce.

Antes do aparecimento da batata no século XV, era a par da castanha um legume incontornável nas nossas panelas. Parece uma cenoura, mas branca. O seu paladar e aroma são únicos, sendo uma mistura de cenoura, nabo, avelã e noz e, têm imensas qualidades alimentares e virtudes terapêuticas.


Geleia de marmelo

Gosto muito de fazer geleia, para colocar no pão ou até mesmo sobre uma tarte, fica muito bonita e bem brilhante.
Espero que gostem!